De ponta-cabeça

Vamos combinar? Estamos vivendo em uma sociedade completamente do avesso. E não estou falando de políticos que querem se reeleger para permanecer no poder (ou se eleger – foto 32) e não para tratar da coisa pública e do bem-estar da população. Eu falo é de como nossa sociedade funciona ao contrário mesmo. Pior, está tudo tão arraigado que ninguém percebe a lógica invertida. Vejamos alguns exemplos:

Exemplo 1. O Código de Trânsito dizia que era proibido dirigir com mais do que 0,6 g/l de álcool no sangue. Aí, veio uma nova lei, a tal da Lei Seca, e disse que não podia ter mais do que 0,3 g/l. O resultado foi imediato, com os acidentes diminuindo sensivelmente. A Lei Seca recebeu todos os louros pela vitória contra a dupla álcool+direção.

Só que aí você resolveu olhar melhor pra situação, e fica claro que o problema não era a lei em si. O índice 0,6 já era bastante baixo! Ok, até concordo com a diminuição, mas o que fez a diferença não foi a lei. Foi a fiscalização! As blitzes da Lei Seca, aliadas à cobertura da mídia, fizeram com que as pessoas entendessem o recado e parassem de beber e dirigir. Oh, o governo descobriu que fiscalização funciona.

Educação também funciona, para quem não sabe. Ao invés de colocar bafômetros nos bares, para educar a população, sempre se vai pela via da punição. Fiscalização afrouxa, educação fica. Ou vocês se lembram da quantidade de multas por causa de celulares em Sampa? Pois é, pararam de multar e, basta ficar 5 minutos olhando o trânsito, para notar a quantidade de pessoas no combo fala+dirige.

Exemplo 2. A Avenida Paulista está em reforma. Calçadas pensadas para que deficientes tenham facilidade de acesso (o tal do piso tátil, liso e com rampas), sinalização renovada, novas plantas no canteiro central, asfalto novinho.

Aí você olha nos detalhes e descobre o diabo. Nem vou entrar no mérito da falta de uma ciclovia, que facilmente poderia ter sido incluída na avenida. Mas vejam os chiqueirinhos para pedestres. As faixas de pedestre foram deslocadas para o meio dos quarteirões, e nas esquinas foram colocadas grades de contenção, para que os perigosos andantes não atravessem naqueles pontos. Que bom, eles estarão mais seguros, você diz. Não, o que está assegurado é o direito dos motoristas de transitar na paulista de forma mais fluida. Já o pedestre, este inconseqüente, é obrigado a caminhar até o meio do quarteirão para poder chegar ao outro lado da rua.

Exemplo 3. Olhe bem para a foto do início deste post. O que você percebe de errado nela? Se você é um pedestre e tentou atravessar na faixa de qualquer rua, sabe que não há respeito algum dos motoristas por ela. Então explique-me porque existe uma campanha, em São Caetano do Sul, tentando conscientizar o pedestre a usar a faixa e não o morotista a respeitá-la? Pois é. A cereja do bolo é que a placa é patrocinada por uma concessionária Volkswagen.

E você? Que exemplos pode dar sobre essa inversão de valores corrente na nossa sociedade – e que ninguém mais nota? O Zuccherato tem um, lá no blog dele. Faça você o mesmo. Tire fotos, comente. E se quiser, jogue no flickr com a tag quintalidéias (com acento) e uma pequena explicação e eu posto aqui, no Quintal. Cidadania é também fiscalizar o poder público e exigir seus direitos.

Ps. Se você tiver uma foto dos chiqueirinhos da Av. Paulista, mande pra mim. Assim eu ilustro o post para que os internáuticos não-paulistanos possam entender do que estamos falando.

Comments
2 Responses to “De ponta-cabeça”
  1. pedalante says:

    Vitor,

    Veja nas postagens do Luddista, lá no apocalipse motorizado, tem várias fotos dos “bloqueadores de pedestres”.

Trackbacks
Check out what others are saying...
  1. […] Sobre Justificativas Ônibus lotado? Culpe o automóvel O bom, o feio e o malvado De ponta-cabeça Desencaixotando […]



Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: