Desencaixotando Helena

Se você lê esse blog há algum tempo, já sabe que não gostamos nem um pouco de sacolas plásticas ou bandeijinhas de isopor. Na verdade, o problema da embalagem é um que assola nosso dia-a-dia. Seja o pãozinho, o shampoo, pilhas ou revistas. Tudo o que compramos vem embalado em alguma coisa, papel ou plástico e dentro de uma sacola. E nem vou comentar a água engarrafada, que é um assunto pra outro post. O fato é que uma sociedade viciada no plástico e no descartável só poderia embalar tudo que consome. Tanto que, lá fora, virou febre o unboxing, situação em que blogueiros fotografam e postam todo o processo de abertura da caixa de um novo produto, mostrando tudo que vem com ele.

O grande problema da embalagem é que ela é de uso único: depois é jogado fora ou reciclada. E aí você tem recursos naturais sendo, basicamente, desperdiçados. Não estou advogando que a gente venda tudo sem embalagens, mas algumas coisas podem ser feitas para diminuir o impacto. Antes da Coca-cola inventar a garrafa descartável, a gente comprava o líquido (percebam a diferença) dentro do vasilhame, que era retornável. Você não comprava a garrafa, ela era da fábrica (ou do bar). E era comum as pessoas pagarem um pouco mais pelo primeiro vasilhame e depois irem trocando com a venda, mercado, padaria, bar ou adega. Isso também acontecia com o leite, com o feijão que se comprava a granel, até com o detergente e material de limpeza.

Mas aí inventaram que era melhor vender numa garrafa descartável. E, de fato, foi até falado de forma boa, que agora você não precisava mais se preocupar com o frasco. E ninguém se preocupou. Hoje estamos até o pescoço de plástico por aí, e o PET é um grande problema.

Como eu disse, é possível evitar ou diminuir o problema. A Apple, Natura e outras empresas têm feito de tudo para diminuir as embalagens por diversos motivos, entre eles o custo. Se você olhar a embalagem original do iPod e a de hoje, são incomparáveis. A Natura vende seus produtos na forma de refil, para que se utilize o mínimo de recursos. Quando você compra um refil, além de economizar, está ajudando a natureza.

Outro jeito de evitar o desperdício é dar prioridade a embalagens reutilizáveis, como o vidro. No mínimo, escolha sempre embalagens que tenham o triângulo da reciclagem e não deixe de reciclar. Ainda assim, embora sejam recicláveis, alguns tipos de embalagens tem sua reciclagem difícil. Tetra Pak, estou falando com você. (FYI: as camadas são tão fortemente coladas que é muito complicada sua separação e, em muitos casos, economicamente inviável)

Mas todo esse post foi só uma introdução para que vocês pudessem entender a história que vou contar. Um mês atrás, comprei três pares de pilhas recarregáveis pelo site da Sony. Fiz isso para usar no farol da minha bike e na minha câmera fotográfica e dminuir o impacto do seu uso, já que não precisaria comprar novas pilhas sempre.

Eis que recebo o pacote em casa. E, como vocês podem ver ao lado, elas estavam bem protegidas. Pois é. Para empacotar 6 míseras pilhas, que obviamente corriam o risco de quebrar nos Correios (na verdade, quem entregou foi a Total), a Sony encheu a caixa, que já não era pequena, com um monte de pedaços de isopor (acesse o Flickr do Quintal para ver as fotos maiores aqui).

Aí, o que resta é reclamar. Quem sabe não começam a prestar atenção nessas coisas? Ainda tentei dar alguma serventia para o isopor, mas não tinha muito o que fazer com ele. Se receber resposta da Sony, posto aqui.

:::

Foto cortesia de Walsh via Flickr.

Comments
One Response to “Desencaixotando Helena”
Trackbacks
Check out what others are saying...
  1. […] Mais: Sobre Justificativas Ônibus lotado? Culpe o automóvel O bom, o feio e o malvado De ponta-cabeça Desencaixotando Helena […]



Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: