Filme Trash ou Por uma produção audiovisual mais limpa

LixoQuem trabalha com produção de cinema (principalmente independente de baixo orçamento que é o meu caso) sabe que um set de filmagem é um campo fértil para o desperdício e atitudes ambientais completamentes condenáveis. Por exemplo: Sem o famoso cattering (jeito besta de dizer buffet) das produções com mais grana, acabamos recorrendo a quentinhas, pratinhos e copos plásticos que são usados indiscriminamente durante todo o período de filmagem criando uma quantidade de lixo absurda.

Recentemente, fiz um curta metragem e, sabendo dessas práticas, roguei à equipe (com o apoio constante da Anna Paula, diretora de arte) que levassem ao menos seus próprios copos e talheres. Bom, não adiantou muita coisa. Quase ninguém levou, e a consequência foi um tanto catastrófica: dois sacos de lixo de 100 litros, por dia, com restos de comida, embalagens de alumínio, bitucas de cigarro e toda ordem de plásticos. Em três noites de trabalho, foram 600 litros de detritos que jamais seriam produzidos pelas mesmas 2o pessoas no mesmo período, em condições normais. Isso porque eu fiz questão de lavar os materiais descartáveis e reutilizá-los de um dia para o outro.

Os sets de filmagem por mais informais e abertos a novas idéias que sejam, na maioria das vezes são estruturas muito estanques, e dificilmente as pessoas que dele participam pensam em questões além de suas funções. E isso é apenas a pontinha do iceberg. Em nome da eficiência da produção, muita gente boa abusa de serviços de delivery, motoboys, impressões em alta qualidade para qualquer documento (que são impressos sem necessidade, uma infinidade de vezes), jogando pra escanteio o primeiro e mais importante dos três R’s: Reduzir.

Para minimizar os danos, recomendei a cada membro da equipe que fizesse um esforço pela neutralização desses nossos três dias. Para uns, sugeri uma semana sem usar carro, a outros plantar árvores no clickarvore, entre outras idéias. Ficarei no pé para que cada um faça sua parte.

E ainda este ano, vou dirigir um curta. Quando rolar, vou instituir práticas sustentáveis no set e na pré-produção. Quem sabe assim cada um não leva um pouquinho de responsabilidade sócio ambiental para o seu próximo projeto?

:::

Foto cortesia de [ dg ], via Flickr.

Comments
One Response to “Filme Trash ou Por uma produção audiovisual mais limpa”
  1. Claudia says:

    Boa iniciativa, o dificil é convencer as pessoas a fazerem isso sem se tornar ecochato ou biodesagradável…

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: