Não precisa do isopor, não, obrigado.

Continuando a idéia de não aceitar materiais nocivos ao meio-ambiente, como neste post sobre sacolas plásticas, resolvi recusar também embalagens de isopor. Perto do isopor, sacolas plásticas são boazinhas. Sua reciclagem é inviável e ele demora 150 anos para degradar, além de ser confundido com comida pelos animais marinhos – o que pode levar à sua morte. Em outro artigo, vamos falar mais sobre o isopor e suas destinações.

Interessante mesmo foi a reação que tive quando recusei o isopor: completamente oposta à de quando recuso sacolas plásticas. A história é a seguinte:

Fui comprar frios na padaria e o atendente é um cara que está sempre de cara fechada, ranzinza mesmo. Dá a impressão que você está atrapalhando a vida dele ao pedir 100g de mussarela. Mais ou menos como estar em Nova York (disclaimer: nunca fui lá!) fazendo seu pedido ao Soup Nazi. Então o jeito é sempre chegar com a cabeça feita, sabendo exatamente o que pedir.

Enfim, ele cortou lá os 200 gramas de rosbife caseiro e, quando foi pegar a bandeja de isopor, eu disse não, não precisa. Ele não entendeu imediatamente, então eu repeti: não precisa do isopor. Foi aí que ele, por incrível que pareça, ameaçou sorrir (acho que é o mais próximo que ele consegue chegar disso) e respondeu: deviam proibir isopor. Isopor e sacolas plásticas. Muito obrigado.

Aquilo ficou na minha cabeça, contei para a Renata e ela também ficou pasma. Dois ou três dias depois, um novo pedido, uma nova recusa e ele disse: que coisa, só você e uma outra senhora fazem isso. Acho isso muito legal Ela traz, inclusive, uma sacola feita por ela mesma.

Impressionante, não? Pois é, não estamos sozinhos.

Comments
5 Responses to “Não precisa do isopor, não, obrigado.”
  1. Diego says:

    Olha, eu fui pra NY e não achei o soup nazi… hehehe…
    Mas uma coisa: isopor é, não somente pelo que você descreveu, muito pior do que as sacolas plásticas, mas pq além de ter reciclagem inviável, a reutilização dele é muito rara. As pessoas acabam guardando, por exemplo, as caixas de suas televisões novas para alguma coisa, mas o isopor dentro dela vai sem titubear para o lixo….
    abs

Trackbacks
Check out what others are saying...
  1. […] há algum tempo, já sabe que não gostamos nem um pouco de sacolas plásticas ou bandeijinhas de isopor. Na verdade, o problema da embalagem é um que assola nosso dia-a-dia. Seja o pãozinho, o shampoo, […]

  2. […] utilidade na sua casa. Ou então comece a levar uma sacola de pano e não aceite mais plástico ou isopor. Outra idéia é dizer não à sua via do cartão de crédito, débito ou […]

  3. […] pensou nisso e tentou pedir “sem canudo, por favor” </sem sacola, por favor> </sem isopor, por favor>, também sacou como é praticamente impossível fugir a esse […]

  4. […] como na questão das sacolinhas plásticas e do isopor, alguns meses atrás eu comecei um experimento: parar de imprimir. Só imprimo o estritamente […]



Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: