O problema do Aquecimento Global

O primeiro artigo deste blog fala sobre porque 2007 é um ano especial. Diante de vendavais, alagamentos e secas. Diante de tantas provas, ficou difícil negar as mudanças climáticas causadas pelo Aquecimento Global. E isso é bom. É bom porque governantes, empresários e pessoas comuns passaram a se preocupar com suas práticas e começaram a buscar maneira de diminuir o impacto das suas ações no planeta. Mas qual é o problema com isso?

O problema é que criou-se uma convenção para indicar a intensidade com que cada produto ou ação colabora no aumento da temperatura mundial: o carbono. Dirigir 1 km* = 0,194kg de CO2 lançados na atmosfera. Plantar uma árvore = 598 Kg de CO2 retirados da atmosfera durante sua vida. Ao mesmo tempo em que essa convenção facilita o entendimento, ela simplifica demais o problema. Isso porque algumas práticas podem parecer melhores para o meio ambiente ao emitir menos gás carbonico na atmosfera, mas não são. Se a vaca leiteira orgânica produz menos leite que a vaca não-orgânica, então ela tem um índice de CO2 por litro de leite maior. Só que esquece-se de levar em conta que a vaca orgânica não toma antibióticos ou hormônios. A diminuição do uso de antibióticos evita o desenvolvimento de superbactérias e, portanto, a necessidade de novos antibióticos mais fortes e pesados. E com isso, menos CO2 é colocado na atmosfera também.

O simplismo de levar em conta somente o CO2 emitido causa discrepâncias como este artigo do jornal TimesOnline, versão web de um dos mais prestigiados jornais do mundo. Segundo ele, andar 3 milhas (4,8 Km) emite mais gás carbônico na atmosfera do que dirigir essa distância (no caso, no Reuno Unido a média é 0,9Kg CO2 para dirigir essa distância). O artigo, muito equivocado por sinal, erra ao não levar em conta as emissões na manufatura do veículo, entre outras razões que você pode conferir em inglês aqui, mas também não leva em conta o impacto que a mineração de metais causa, sem falar em emissões tóxicas que não tem nada a ver com carbono e péssimas condições em que muitos dos envolvidos trabalham.

A questão, portanto, não é só a emissão de CO2 ou outros gases estufa na atmosfera. É muito maior do que isso. A questão passa por condições mínimas de trabalho, contaminação da terra e das águas, redução do lixo, entre outras coisas. Portanto, da próxima vez em que você ouvir falar de neutralização de carbono, de emissões de gases estufa, não se deixe iludir: embora seja uma maneira simples de explicar o problema, ela não diz tudo. Ainda que fosse verdade, ainda que caminhar emitisse mais CO2 na atmosfera do que dirigir, é muito mais importante pessoas saudáveis no mundo do que um monte de sedentários com obesidade mórbida. O que não está assim tão longe de acontecer.

*Carro movido à gasolina com 20% de álcool e potência do motor entre 1,5 e 2,0, segundo a Fundação SOS Mata Atlântica.

Comments
One Response to “O problema do Aquecimento Global”
Trackbacks
Check out what others are saying...
  1. […] Quintal – Idéias para um mundo melhor Idéias para um mundo melhor « Sobre sacolinhas plásticas e cyberativismo Blog action day Outubro 15, 2009 Hoje é o Blog action day. É dia de se falar sobre as mudanças climáticas. Só que aqui, todo dia é dia disso. Portanto, resolvi relembrar um post mais antigo, por indicação da Claudia Chow do Ecodesenvolvimento (mentira, bateu uma preguiça da braba, e eu ainda preciso finalizar um trabalho da pós). Afinal, qual o problema do Aquecimento Global e suas simplificações? Clique e confira. […]



Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: